Chá/Infusão de Alfavaca de cobra

1.50

Categoria:

Descrição

ALFAVACA – DE – COBRA
Nome Cientifico: Parietaria officinalis L.
Nome vulgar: Alfavaca-de-cobra; Parietária; Erva-das-Muralhas; Erva-fura-paredes; Bafo-de-cobra

Muito rica em enxofre, nitrato de potássio, cálcio, pigmentos flavônicos, mucilagem e taninos, a alfavaca é utilizada internamente, sob a forma de infusão ou tisana, para tratar infeções das vias urinárias, nefrites e pedras nos rins e na bexiga, dado que acalma a dor durante a passagem de urina e fortalece todo o aparelho urinário. Além de diurética, tem uma ação suavizante nos tecidos, alivia edemas e é útil em casos de retenção de líquidos. Tanto em uso externo como interno, é de grande eficácia no combate às hemorroidas. Utiliza-se ainda a alfavaca contra infeções provocadas pelo herpes zoster e estão a ser realizados estudos sobre a sua aplicação no tratamento de outras doenças virais, incluindo a SIDA dos gatos. A infusão fresca é mais eficaz do que a versão seca. Para a sua confecção, recomenda-se que coloque duas colheres de chá da planta fresca e picada ou apenas uma colher da planta seca numa chávena de água a ferver. Tape e espere 10 a 15 minutos. Tome três vezes ao dia.
Cuidados: As suas flores podem causar irritações na pele ou febre dos fenos e até desencadear ataques de asma em algumas pessoas. Quem sofrer de alergias ao pólen não se deve aproximar desta planta durante os meses de verão. Não é recomendada a grávidas.

As propriedades atribuídas são baseadas no uso tradicional e retiradas da internet, não sendo da nossa responsabilidade.
Não deve substituir cuidados médicos, diagnósticos ou prescrições

Avaliações

Não existem opiniões ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Chá/Infusão de Alfavaca de cobra”

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *